Noite iluminada

Naquela noite iluminada

Pela luz da lua

Caminhava pela estrada deserta

Na companhia de mim mesmo

E de Deus?

Que nada

A noite estava estrelada

E abafada

E eu suava

Um suor quente que descia pela minha face

Feito lava

Naquela estrada deserta

Só eu caminhava

Na esperança de chegar

A algum lugar onde eu pudesse ao menos

Beber água

Aliviar a sede que me atacava

Era tarde

Estava cansado

Ninguém se importava

Caminhei, caminhei, caminhei

Pois achei que dava

Para chegar ao meu destino

Mas que destino

Se eu apenas vagueava?

Tudo isso porque

Quando lhe perguntei se me amava

Você simplesmente não disse nada

E olhou para mim como se eu

Não dissera nada.

,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: